Tradutor

quinta-feira, 11 de abril de 2013

Sabe o que você está dizendo, Valadão? Que aqueles garotos que lutam contra a homossexualidade e estão na igreja afim de adorar ao Rei dos Reis não são dignos de estar na presença de Deus. E os mentirosos, podem dançar nos púlpitos? E aqueles que pecam em oculto, onde somente Deus tem conhecimento, são? E aquele versículo, dizendo que Deus amou o mundo de tal maneira e entregou seu único filho para que todos tivessem vida eterna? Será que houve acepção? Será que a adoração de alguém é interrompida pelo seu jeito de andar? Pela roupa que veste? Ou será que é pelo que se vive com Ele? E vida com Deus, ninguém além Dele é apto para medir, supor ou prognosticar. Sabe qual o problema? A igreja não ama as pessoas, a função da igreja parece-me ser de abominar pessoas. A igreja exceptua pessoas, esmagam pessoas, condenam pessoas, subtraem pessoas. Quando na verdade, Deus recepciona pessoas independente dos desacertos que fazemos na vida, por que Ele reconstrói qualquer casa derrubada e transcende qualquer capacidade humana. O amor de Deus supera isso. Se você é afeminado, saiba que você foi um plano Dele, você foi projetado e esperado por Ele. Se não te deixarem adorar no púlpito da igreja, adore na rua, adore no seu quarto, adore através das suas atitudes, das palavras, do amor e da fé. Jesus ama você, se inquiete com o que Ele pensa a respeito. 

(Fonte do post : Franhop )

Nenhum comentário:

Postar um comentário